Deixe-me Entrar - Letícia Godoy



Jeanne tem poderes especiais. Condenada a morte por bruxaria e ciente de que querem seu sangue para confecção de amuletos poderosos, pede a seu amado Gerard Chevalier que a mate. Pede ainda que ele tome conta de seu diário. O homem então registra o último dia da existência de Jeanne e promete a si que ele nunca mais será o mesmo. Por ser vampiro, deixará seu lado obscuro prevalecer.

“Ele sabia que o seu amor por ele seria eterno, e, caso algum dia a reencontrasse, desejava imensamente poder reconhecê-la, amá-la e, talvez ser amado por ela mais uma vez...”

Juliane Bell Di Champoudry Leroy Ipswich, ou simplesmente, Julianne Ipswich cresceu em um internato chamado Le Rosey. Lá estava com o pretexto de estudar. Aos quinze anos de idade ela volta a conviver com sua família, da qual vivera afastada seus primeiros quinze anos de vida. Ao ter contato mais próximo com a família, ela descobre que eles são vampiros.

“... jamais seria normal, tinha de aceitar. Ela era a única humana naquela família...”

Com a vida retomando ela se vê envolvida num namoro com Christopher. Mas nem tudo são flores e Julianne sofre sua primeira grande decepção amorosa. A adolescente humana convive com os dilemas da fase e com toda a “fantasia” dos vampiros que a cercam, além de correr perigo por ser a única humana pertencente aquela família.

Um antigo diário e uma história do passado, podem ser a chave para as explicações sobre o cenário em que a jovem vive.

Publicado pela Editora Arwen em 2016, o livro “Deixe-me Entrar” é o primeiro de uma série. Letícia Godoy, a autora, nos entrega um excelente livro. Um romance fantástico com elementos bem costurados e que preenchem adequadamente o a história da protagonista e dos demais personagens.

A protagonista tem o ar e o temperamento próprios da adolescência. Com suas ações ela envolve quem está ao seu redor. É interessante observar  que os personagens, por serem bem construídos, mantém suas características ao longo da história. Julianne se mantém 'adolescente', com a coragem e a forma destemida próprias da idade, a insegurança e o olhar apaixonado em busca das descobertas.



O vampirismo, os conflitos, os segredos que são guardados e os que são revelados, a coragem quase inocente de Julianne, a mistura de realismo e fantasia, são bem utilizados e formam uma trama que atrai o leitor. 

Quando lemos livros de séries há certo temor de chegar ao final e ver que a história não parece integral. Isso não acontece com “Deixe-me Entrar”. Letícia entrega uma história completa, ainda que seja o primeiro volume da série. E consegue deixar o gosto de quero mais, o que certamente desperta o leitor para a sequência da história de Julianne.

Leitura altamente recomendada!
 
Sobre a autora

Letícia Godoy nasceu na cidade de Curitiba, no Paraná. Cresceu em Siqueira Campos, onde descobriu, sentada sob as sombras da casa onde morava, o gosto pela leitura. Aprendeu a ler e escrever aos quatro anos de idade, tendo como primeira professora sua mãe, e aos oito anos começou a escrever seus primeiros contos. Nunca mais parou. Ingressou na faculdade de Letras aos dezessete anos. Aos dezoito publicou três contos na antologia Pontos da Vida, sua primeira aventura no ramo literário. Atualmente dedica-se à escrita de romances, revisões textuais e pesquisa no ramo da linguística aplicada.

Ficha Técnica
Título: Deixe-me Entrar
Escritor: Letícia Godoy
Editora: Arwen
ISBN: 978-85-68255-30-8
Edição: 1ª
Número de Páginas: 354
Ano: 2016
Assunto: Literatura brasileira

Um comentário:

  1. Meu Deus! Essa resenha foi um tiroooooooooo! Que linda! Muito obrigada por suas palavras, gostei das observações que levantou e também dos elogios. Fiquei super feliz em saber que consegui realmente concluir o livro 1, pois tenho o mesmo medo que você quando vou ler séries hahaha!
    De coração, muito sucesso ao blog e obrigada por esta magnífica resenha <3

    ResponderExcluir

Deixe aqui seu comentário.