O Vilarejo - Raphael Montes

Um livro que se lê uma única vez. Ao iniciar a leitura do terceiro livro do autor, as histórias prenderam o leitor que vos fala. São sete histórias que se passam num vilarejo e a vida dos personagens se cruzam, se entrelaçam, se revelam, se confrontam em meio a este lugar misterioso, gelado e que não existe no mapa.

“O Vilarejo”, de Raphael Montes, publicado pela Editora Suma de Letras em 2015 é de arrepiar. Ali temos contato com as profundezas dos sentimentos e da alma humana. Sentimentos que dominam o ser humano envolto aos sete pecados, aparentemente colocados como demônios que os cercam. O homem, impulsionado pela vontade, pela ânsia, pelo desejo, revela sua sordidez.

Havia lido os dois primeiros livros de Raphael (“Os Suicidas” e “Dias Perfeitos”), e notadamente vemos que nessa terceira publicação ele se consolida como um autor que sabe construir excelentes histórias.

A reunião de narrativas macabras e de suspense que arrepia, ao passo que nos assusta e provoca frio na espinha também é capaz de nos deixar extasiados e fascinados. Faltam adjetivos para expressar a qualidade dos textos. Para concluir, por isso, escolhi um trecho que não é de minha autoria, pertence à Fernanda Torres e está estampado na capa do livro:


“Raphael Montes cria uma seleção de histórias macabras dignas dos melhores contos dos Irmãos Grimm, sem deixar nada a dever a Stephen King”.


Ficha Técnica
Título: O Vilarejo
Autor: Raphael Montes
Editora: Suma
ISBN: 978-85-8105-304-2
Edição: 1ª
Ano: 2015
Número de Páginas: 93
Assunto: Ficção brasileira

Um comentário:

  1. Olá! :D Adorei a opinião, com certeza me deixou ainda mais curiosa para começar a ler Raphael Montes!

    Carolina :)

    ResponderExcluir

Deixe aqui seu comentário.