O Coração dos Heróis - David Malouf

Em “O Coração dos Heróis”, o escritor David Malouf escreve parte da aventura da Ilíada de Homero, grande marco da literatura mundial. O livro, publicado pela Editora Leya em 2011, conta a história de dois homens em meio a uma das mais sangrentas guerras. Quando Troia estava sendo destruída um acontecimento atordoa e mexe completamente com a vida desses dois homens.

Os personagens centrais são Aquiles e Príamo. A batalha fez com que a vida desses homens se cruzasse de uma maneira que as guerras impiedosamente realizam. Aquiles perde seu amigo Pátroclo durante o cerco de Tróia. Príamo (Rei de Troia) tem um filho, Heitor. Este último foi o algoz de Pátroclo. 

Aquiles, querendo vingar a morte de seu amigo, toma-se de um desejo vingativo avassalador e impiedoso a ponto de matar Heitor e arrastar o corpo do homem em sua carruagem por onze dias. Uma visão violenta e um ato de extrema crueldade que faz com que o rei tome contato com o território inimigo para resgatar o corpo do filho.

“(...) É a minha carne que está sendo arrastada pelas pedras lá. Sete vezes já chorei a morte de um filho perdido na guerra. E o que lembro de cada um é como eles chutavam com seus pezinhos sob o meu coração, aqui, bem aqui, e o primeiro choro que soltaram ao ser apresentados ao mundo, e os primeiros passos.” (Trecho de diálogo em que Hécuba, mãe de Heitor, fala sobre o filho morto)

O autor criou uma versão da história desses personagens, usando-se de sua imaginação. Não é uma cópia ou revisitação da obra de Homero. Segundo David Malouf é uma inspiração, que veio de seu contato com a Ilíada ainda nos tempos de colégio. Portanto, a outra obra foi um sopro para a criatividade do autor.

É uma  bela narrativa repleta de componentes que tornam épica a história da guerra pela qual eles passam. Em meio a violência, como o episódio sangrento da vingança de Aquiles a quem matou seu amigo, também há fidelidade, parceria, orgulho. Mas, a guerra por si só, convoca aos elementos de tristeza, vingança, animosidade e ódio.

“Seus ossos agora, os doze maiores ossos, o crânio queimado e mais um punhado de lascas recuperadas das cinzas da pia funerária, estão numa urna com uma enorme boca no túmulo que Aquiles mandou construir em memória do querido amigo. A Seu tempo, ele próprio a esses se juntará.”

É uma história comovente, adjetivo dado pelo The New Yorker. Para quem gosta de narrativas em períodos de guerra ou histórias épicas é bastante interessante. Me surpreendi positivamente com a história de Malouf.


Ficha Técnica
Título: O Coração dos Heróis
Escritor: David Malouf
Editora: Leya
ISBN: 978-85-8044-292-2
Edição: 1ª
Ano: 2011
Número de Páginas:
Assunto: Ficção australiana

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe aqui seu comentário.