Fortaleza Impossível – Jason Rekulak


“... era um jogo chamado Fortaleza Impossível (...) Os jogadores teriam trezentos segundos para subir uma montanha e penetrar uma gigantesca fortaleza, no meio da qual havia uma princesa presa. Havia guardas e cães por todo canto; se eles colidissem com o herói ou se o tempo se esgotasse, o herói ficaria preso na fortaleza por toda a eternidade.”

Fortaleza Impossível, primeiro romance de Jason Rekulak, foi publicado no Brasil pela Editora Arqueiro em 2017 (272 páginas), com tradução de Roberto Gray.

O livro conta a história do jovem Billy Marvin, um garoto de quatorze anos de idade que mora numa pequena cidade de Nova Jersey. Billy tem dois amigos inseparáveis: Clark e Alf, que com ele adoram passar o tempo. A mãe de Billy começa a trabalhar no período noturno, e isso para o jovem Billy é um prato cheio. Os dois amigos agora podem visitá-lo quando anoitece para tomar milk-shake, jogar e assistir TV. E o garoto passa a usar as madrugadas para programar jogos em seu computador.

“Minha mãe tinha certeza de que eu ia morrer cedo. Foi na primavera de 1987, poucas semanas depois que fiz 14 anos, que ela começou a trabalhar à noite no Food World...”

A mãe de Billy tem preocupações legítimas em relação ao desempenho do garoto no meio acadêmico, mas na visão do jovem há um certo exagero por parte dela.

A vida do jovem segue levemente tranquila até que a Revista Playboy, sim aquela das famosas coelhinhas, publica um ensaio com fotos de Vanna White. Quem é ela? Uma famosa apresentadora que conduz o programa Roda da Fortuna na TV. A moça, além dos seus atributos físicos, fez fama e dinheiro apresentando jogos de adivinhação de palavras. Os garotos são fascinados por ela.

Dada a idade que eles tem, são impedidos (inclusive legalmente) de adquirir o desejado exemplar da revista para que possam apreciar as fotos da apresentadora. Juntos eles elaboram um ousado plano para efetivar um roubo, que visa subtrair exemplares da revista da mulher nua na loja do Sr. Zelinsky.

Nessa empreitada, que revela muito da personalidade dos jovens personagens, Billy conhece uma garota inteligente, nerd e que mexe com ele. Mary Zelinsky, como dá para pressupor pelo sobrenome, é filha do proprietário da loja. Eles criam um laço e ela propõe a Billy que eles façam um jogo e que participe de um concurso de videogame, o que serve de estímulo para o jovem que faz programações nas madrugadas.

A história criada por Jason Rekulak se passa no ano de 1987, data em que como foi mencionado anteriormente, o protagonista teria completado quatorze anos. E o período traz um ar de saudosismo daquela época, para quem a viveu. A turma de meninos e suas aventuras são apresentadas numa narrativa feita em primeira pessoa pelo personagem Billy e é leve, divertida e juvenil. Tem uma pitada vintage nas coisas que são citadas ao longo da história, incluindo os programas de computador utilizados pelo garoto. “A internet, tal como a conhecemos, não existia em 1987”.

Além da trama se passar em torno do plano para a obtenção da revista, traz uma história de primeiros amores, tanto platônico (dos jovens pela celebridade que sai nas fotos) como real (de Billy pela menina Mary). E também o amor em relação ao que se faz. A publicação trata ainda de amizade e resgata, para quem viveu na década de 80, a saudade da adolescência e, para os mais jovens, que não viveram aquela época, traz uma história hilariante. Em segundo plano temos a relação do garoto com a mãe, que rende insights interessantes para reflexão. Há a diferença de gerações, mas há também a questão de o jovem poder fazer algo que gosta e que desempenha muito bem. Billy tem verdadeiro amor pela programação e para ilustrar isso o autor inicia os capítulos com trechos de códigos de um jogo.

Os personagens vivem a inconsequência de sua idade e carregam em si as vivências de um jovem: a aceitação na escola, a necessidade de afirmação, a turma da qual fazem parte, a ideia de uma forma única de viver, as descobertas características da idade, a busca pelos sonhos... O livro poderia render uma daquelas adaptações cinematográficas feitas para divertir os adolescentes no período das férias.

Fortaleza Impossível é um livro para passar o tempo. A trama tem dinamismo, aventuras e traz os anseios da adolescência de forma divertida para o leitor. Decerto que em alguns leitores vai apenas despertar o saudosismo, numa onda de nostalgia em homenagem à década de 80.

Foto: Courtney Apple
Sobre o autor

Jason Rekulak nasceu e foi criado em Nova Jersey. É editor da Quirik Books, onde publica uma variedade de livros de ficção e de não ficção. Mora na Filadélfia com a mulher e dois filhos. Este é seu primeiro romance.

Ficha Técnica

Título: Fortaleza Impossível
Escritor: Jason Rekulak
Editora: Arqueiro
Edição: 1ª
ISBN: 978-85-8041-748-7
Ano: 2017
Número de Páginas: 272
Assunto: Ficção americana
Fortaleza Impossível – Jason Rekulak Fortaleza Impossível – Jason Rekulak Reviewed by Tomo Literário on 09:00 Rating: 5

Nenhum comentário:

Deixe aqui seu comentário.

Tecnologia do Blogger.