Chibata! João Cândido e a revolta que abalou o Brasil – Hemeterio e Olinto Gadelha



A história da Revolta da Chibata tem como líder João Cândido. O movimento ocorreu no início do século XX, mais precisamente eclodiu no ano de 1910. A causa da revolta? Os marinheiros brasileiros eram punidos com chicotadas (chibatadas) e isso gerou uma intensa mobilização entre eles para que deixassem de sofrer tais punições.

No encouraçado Minas Gerais, navegação pertencente à Marinha Brasileira, Marcelino Rodrigues foi castigado com duzentos e cinqüenta chibatadas. O navio de guerra estava a caminho do Rio de Janeiro. João Cândido, o líder do grupo, que também era conhecido como Almirante Negro, redigiu uma carta pleiteando o fim dos castigos físicos, melhoria na alimentação dos marinheiros e anistia para aqueles que haviam participado da revolta. O governo de então utilizava-se de armas e repressão para abafar os pedidos que vinham sendo feitos.

Além das chibatadas aqueles marinheiros eram aprisionados em celas de isolamento. As punições (entenda-se chicotadas) eram aplicadas na presença dos demais tripulantes do navio. Não bastasse o castigo físico e o abalo psicológico, eram expostos moralmente.

“Sempre que deu, tentamos resolver as coisas sem violência. Não éramos selvagens descontrolados, como quiseram nos pintar.”

Rememorar esses acontecimentos históricos e falar de João Cândido tem importância pelo fato de que trata-se da valorização de um herói brasileiro. O Almirante Negro incomodava o governo e virou inimigo do Estado.

A anistia que havia sido requerida para quem participara do movimento, demonstrou-se falsa. Os marinheiros foram expulsos das Forças Armadas, presos ou torturados, e houve até execuções. O próprio João Cândido sofreu tortura e foi aprisionado. Com a mente abalada foi encarcerado em um hospício. Não fosse tudo isso, seus registros oficiais foram apagados. Era como se ele nunca tivesse feito parte da Marinha Brasileira.

Acredite! Só há pouco tempo seus arquivos foram liberados pela Marinha e teve seu nome adicionado no Livro de Heróis da Pátria (após sua morte).

“Eu fui o primeiro marujo a comandar uma frota, e o primeiro homem negro a comandar um navio de guerra.”

“Chibata! – João Cândido e a revolta que abalou o Brasil” é uma história em quadrinhos, publicada pela Editora Conrad em 2008. O livro foi escrito por Olinto Gadelha e as ilustrações (fortes e impactantes) foram elaboradas por Hemeterio.

Trata-se de um livro importante e que chama as lembranças de uma revolta social ocorrida no Brasil, cujo aprendizado que pode ser obtido com o passado serve para guiar ações e decisões no presente e no futuro. Uma obra como essa que resgata parte da história do país tem todo valor. Sobretudo quando se tem o cuidado de fazer um trabalho de qualidade, como é o caso dessa publicação.

A edição termina com a cronologia dos fatos compreendendo os períodos pré-revolta, o ano da revolta e o pós-revolta.

O livro cumpre seu papel de trazer a tona fatos que não podem ser escondidos e que colocam o leitor próximo de uma história real, sem falar é claro da qualidade enquanto história em quadrinho, com ilustrações expressivas. Excelente trabalho dos autores e da editora. Recomendo.


Sobre o roteirista

Olinto Gadelha Neto nasceu em 1972 em Fortaleza, Ceará. É professor, escritor, tradutor e designer tipográfico. Publicou anteriormente uma série de livros didáticos de informática. Cria e revisa textos e design para o mercado publicitário. Certa vez conseguiu ofender um colégio inteiro com um poema que continha apenas um verso. Olinto gosta de cachorros.

Sobre o ilustrador

Hemeterio nasceu em 1971 em Fortaleza, Ceará. É arquiteto, ilustrador e designer. Publicou anteriormente os livros ilustrados Desenhos (1993), e Garatujas (2004). Sua arte já assumiu a forma de pinturas, publicidade impressa, infogravuras e até desenhos animados. Seu maior desenho mediu 4 por 10 metros, e ao menor, 10 por 10 pixels. Hemeterio gosta de altitudes.

Ficha Técnica
Título: Chibata! João Cândido e a revolta que abalou o Brasil
Escritor: Hemeterio e Olinto Gadelha
Editora: Conrad
Edição: 1ª
ISBN: 978-85-7616-303-9
Número de Páginas: 223
Ano: 2008
Assunto: História do Brasil em quadrinhos

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe aqui seu comentário.