Hellraiser - Clive Barker

O livro foi publicado originalmente em 1986. O autor Clive Barker escreveu com a intenção de que se tornasse um filme, o que ocorreu em 1987 e foi sua estreia em direção. Hellraiser, Renascido do Inferno, teve nova edição, publicado no Brasil pela Darkside Books em 2015, com tradução de Alexandre Callari.

O livro conta a história de Frank Cotton, um homem hedonista que tem obsessão por prazeres carnais nada convencionais Ele precisava descobrir prazeres além dos que já conhecia afim de se satisfazer. Depois de viajar atrás de novas descobertas, trancafiou-se num quarto com ossos, bombons, agulhas e uma jarra de sua própria urina, formando uma espécie de altar. Com a caixa de Lemarchand em mãos, que seria uma espécie de portal para o inferno, ele invoca os Cenobitas, seres que podem lhe proporcionar os prazeres que vão além da compreensão humana. No entanto, era mais do que a oferta de prazeres que eles, torturadores vorazes, queriam. Tarde demais. Não há volta para Frank. O homem que então é tragado para o inferno.

Os Cenobitas provocam uma série de inquietações em Frank, como destacado no trecho a seguir: “Por que, então, ele estava tão aflito de observá-los? Seriam as cicatrizes que cobriam cada polegada dos corpos deles, a carne cosmeticamente perfurada, cortada e infibulada, sendo a seguir coberta de cinzas? Seria o odor de baunilha que eles traziam consigo, a doçura que mal conseguia disfarçar o fedor que havia por detrás? Ou seria, que, conforme a luz aumentava e ele os examinava mais atentamente não viu nada de alegria ou mesmo de humanidade em seus rostos mutilados, apenas desespero e um apetite que fazia suas entranhas se retorcerem?” Dá para sentir o clima do que Hellraiser vai expor para o leitor.

A caixa de Lemarchand era mais que um mapa, era a estrada,  o portal para onde ele foi. Frank estava aprisionado atrás das paredes do quarto daquela casa, a casa em que seu irmão Rory e a esposa agora queriam viver. Se assim podemos chamar, o casal torna-se a esperança de fuga de Frank. Trancafiado naquele quarto, que emite sons, Júlia (a cunhada) se aproxima e encontra na movimentação das paredes uma imagem assustadora. Ela cumprirá os desejos de Cotton por sangue e carne humana. Rory, seu marido e Kirsty, sua amiga, acabam envolvidos nessa demoníaca e assustadora narrativa.

“Ela viu que era humano, ou que havia sido. Mas o corpo tinha sido feito em pedaços e recosturado com a maior parte das peças faltando ou retorcidas e enegrecidas, como progressão de uma espinha, mas a vértebra estava despida de músculos, com alguns poucos fragmentos reconhecíveis da anatomia.”

O livro de Clive Barker tem 160 páginas e uma trama perturbadora. Não resta dúvidas de que é uma excelente obra de terror. As cenas descritas no livro, por vezes são chocantes. A busca de Frank, voltado totalmente para o prazer, lança uma perturbadora inquietação ao pensarmos no que o homem é capaz para satisfazer desejos pessoais. O terror que assola cada página, cada cena, cada descrição pormenorizada do que Frank passa é assustador, o que torna a obra um excelente livro do gênero.

“Hellraiser” é uma história de terror de qualidade e que prende a atenção do início ao fim. Por ser um livro curto, de certo que o leitor vai querer devorá-lo numa única sentada para leitura.

Falar bem das edições da Darkside é quase um clichê, mas não dá pra não mencionar a capa dura e em alto relevo, similar a couro e com ilustração dourada no centro (representação da imagem da caixa de Lemarchand). Sombriamente luxuosa foi realizada para comemorar os 30 anos do livro, posto que a edição em referência foi publicada em Setembro de 2015. Certamente “Hellraiser” vai te assombrar.

Sobre o autor

Nascido e criado na Inglaterra, Clive Barker é um escritor conhecido internacionalmente, autor de vinte livros cuja temática varia de ficção adulta de horror à moderna série de livros infantis. É também um aclamado artista e produtor de cinema. Ele é mais conhecido como escritor e diretor do cult clássico de horror “Hellraiser – Renascido do Interno”, de 1987. Um filme que explora os temas do sadomasoquismo, dor como fonte de prazer e moralidade sob coação e medo. Clive vive em Bervelly Hills, na Califórnia.

Ficha Técnica
Título: Hellraiser
Escritor: Clive Barker
Editora: Darkside
ISBN: 978-85-66636-69-7
Edição: 1ª
Número de Páginas: 160
Ano: 2015
Assunto: Literatura norte-americana

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe aqui seu comentário.