Verme! - Jim Carbonera


Rino Caldarola é escritor. Ele tem envolvimento com a ruiva Diana, que lhe foi apresentada por seu amigo Pedroca. Os cenários pelos quais Rino transita e desenrola sua história estão na cidade de Porto Alegre, capital do Rio Grande do Sul, mas também se passam no interior do estado.

Um escritor que vive com seus pais, está em busca de seu lugar no cenário da literatura e se entrega a viver sem se prender as convenções sociais. Rino deseja ser mais do que um verme.

“_ Costumo dizer que a literatura que sai dos meus dedos é como vômito para o leitor: o primeiro sentimento é de repulsa e certa dose de nojo. Porém, algumas folhas depois, vêm o alívio e a sensação de bem-estar.”

O livro “Verme!”, do escritor Jim Carbonera, foi publicado pela Editora Boêmia Urbana (um selo independente) em 2014 e divide-se em quatro estações: Verão – no serpentuário urbano, Outono – sushi & rock and roll, Inverno – animal visceral e Primavera – a última gota do copo.

Rino, a procura de inspiração, toma por base uma banda de rock para escrever o seu novo romance. O personagem contesta os padrões sociais estabelecidos, traz a tona a discussão sobre a produção literária nacional, apresenta Porto Alegre, se envolve com pessoas de diferentes tipos, não dispensa seus relacionamentos efêmeros e se mantém fiel a seu jeito de ser (do início ao fim). 

A narrativa do livro de Jim Carbonera é feita em primeira pessoa. Rino é um homem do tipo livre, no sentido em que vive a busca de seus anseios sem se contaminar pelas posições e imposições dos que os cercam, ou de modo mais genérico, imposto pela sociedade. O protagonista do livro é direto e não se expressa com a finalidade de agradar os personagens que com ele contracena. Age a seu modo, com sua subversão e, por isso mesmo, agrada aos leitores. Poderia ser adjetivado como um anti-herói, mas vejo que mais do que isso, ele é um personagem sem amarras, que não se prende a padrões. Essa característica está presente na obra de Jim e torna o livro ainda mais interessante. Ainda que de modo indireto o escritor Rino Caldarola nos despe de conceitos estabelecidos previamente. 

“... é algo que também me inquieta. Pessoas se escondendo em carapuças embevecidas e bancando as simpáticas. Atuando muitas vezes de forma lamentável e cínica. Preferindo executar um papel postiço a ser fiel e admitir sua própria natureza. Tudo isso para agradar a terceiros e buscar respeito de uma sociedade cada vez mais desprezível e hipócrita.” O trecho destacado referencia o que disse sobre o personagem: um homem sem amarras sociais, desprovido de hipocrisia, atuante na sua essência.

O livro é de realismo urbano e Jim Carbonera nos entrega um texto agradável, surpreendente e transgressor. O fato de o personagem central não acreditar no seu sonho de ser escritor, mas ao mesmo tempo buscar o seu lugar no cenário literário torna “Verme!” um livro de inquietações e provocações, sem deixar de lado uma boa história. 

Sobre o autor

Foto: Reprodução
Jim Carbonera nasceu em 1982. Formado em Turismo, preferiu arriscar-se na literatura ficcional. Sua musa inspiradora é a cidade de Porto Alegre, onde reside. É amante da arte alternativa e provocativa, e autor dos livros “Divina Sujeira” e “Royal 47”.

Ficha Técnica
Título: Verme!
Escritor: Jim Carbonera
Editora: Boêmia Urbana
ISBN: 978-85-916210-0-2
Edição: 1ª
Número de Páginas: 192
Ano: 2014
Assunto: Romance

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe aqui seu comentário.