Anna e o Homem das Andorinhas - Gavriel Savit

“Sete curtos anos haviam sido pontuados por uma série de turbulências e reviravoltas na maneira como a vida funcionava: a partida da mãe, depois um mundo em guerra, e agora um pai também desaparecido.”

“Anna e o Homem das Andorinhas”, de Gavriel Savit foi publicado pelo selo Fábrica 231 em 2016.

Cracóvia, ano de 1939, e alemães invadem a Polônia onde Anna vivia com seu pai (professor de linguística que falava vários idiomas). Certo dia ele sai para resolver algumas questões e desaparece. Fora levado por alemães.

Anna, aguarda o retorno do pai, que não volta. A menina conhece então um misterioso homem. Alto e magro, ele tem um ar de mistério e se identifica para a garota como “O Homem das Andorinhas”. Os dois seguem juntos para algum lugar que ele não precisa para a menina, aparentando não ter uma rota determinada. Metaforicamente, numa conversa entre eles, o homem diz que são o rio e a margem.

“Um rio segue por onde segue sua margem. Ele nunca precisa perguntar qual é o caminho, apenas flui por ele, certo?” Indaga o misterioso homem.

O Homem das Andorinhas não é o pai de Anna, mas guarda certas semelhanças com o desaparecido, tanto no que se refere ao perigo que corre quanto nos idiomas que fala: polaco, alemão, russo e iídiche.

O ambiente inóspito e o que eles encontram durante a fuga que empreendem, mostrará a Anna a face menos leve da vida. Ela se surpreenderá e tomará consciência de acontecimentos que ocorrem ao seu redor. A menina, aos sete anos, vive inúmeras turbulências. Uma guerra é sempre uma guerra, e o perigo os ronda. 

Ser criança durante a Segunda Guerra Mundial não devia ser nada fácil. E, para sobreviver, Anna se lança nessa jornada ao lado do desconhecido, ocultando seu nome e seguindo o que ele determina. Mesmo diante da dureza da vida é possível haver ternura, e milagres (ou seria mágicas?).

Gavriel Savit dá ao leitor uma narrativa que faz um mix de realismo e fantasia. Em seu primeiro livro na literatura, ele nos dá personagens de certo modo misteriosos e usa de magia, que pode ser vista como o olhar infantil de Anna para abrandar aquele ambiente de guerra com que se depara. Inteligente e educada a menina foi criada para crescer num ambiente livre, mas se vê diante do terror quando seu pai desaparece. É um livro que trata da esperança com sensibilidade, mas também trata de temor e desconfiança.

Livros que tratam do período da Segunda Guerra, sejam eles fantásticos ou realistas, normalmente fascinam e esse livro tem uma boa narrativa. 

Sobre o autor
Gavriel Savit possui BFA em teatro pela Universidade de Michigan, onde ele cresceu. Como ator e cantor, Gavriel performou em três continentes. Esse é o primeiro romance do autor.



Ficha Técnica
Título: Anna e o Homem das Andorinhas
Escritor: Gavriel Savit
Editora: Fábrica 231
ISBN: 978-85-68432-46-4
Edição: 1ª
Número de Páginas: 270
Ano: 2016
Assunto: Ficção norte-americana

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe aqui seu comentário.