Quando Nosso Boteco Fecha as Portas - Lawrence Block

Matthew Scudder é ex-policial e atua como detetive particular. 
No livro de Lawrence Block, publicado pela Editora Companhia das Letras em 2005, o personagem relembra o ano de 1975, em que se concentra os fatos que ele viveu na cidade de Nova York.

Matt, como é chamado, tem de desvendar a morte de uma mulher e o roubo que ocorre em seu boteco preferido. Em meio a todos os acontecimentos ele ainda se confronta com sua própria personalidade, seu vício pela bebida, as andanças nos bares e com os problemas de seus amigos.

A história do ex-policial e agora detetive apresenta muitas características que vemos em outros livros, principalmente em livros americanos: ambientes soturnos e obscuros, uma dosagem de violência e ação. O detetive tem um perfil sagaz, astuto, com boas tiradas, que percebe tudo o que ninguém viu e que coloca a mente pra pensar nos acontecimentos.

Ao leitor, por vezes, cabe ressaltar que nos deparamos com informações que são desencontradas ou que não parecem ter o menor sentido, mas que são aos poucos ligadas e se unem, sobretudo quando vem a revelação dos fatos.

A trama flui, a acidez do personagem é bem colocada, o que permite diálogos que dão ação à história.

De fato, como explicado na contra-capa do livro e sugestão do próprio autor, esse livro é um bom modo de conhecer o personagem-central que faz parte de outros livros do escritor. A propósito a obra de Lawrence é vasta e inclui mais de cinquenta livros que lhe deram o título de Grão-mestre dos Escritores de Mistério da América e outros tantos prêmios que amealhou ao longo da carreira.

“Quando nosso boteco fecha as portas” é um bom livro e tem um título bastante curioso, referência ao caso do roubo de livros (contábeis) que o detetive investiga e também a sua própria vida, vez que foi alcoólatra e vivia pelos bares.

Ficha Técnica
Título: Quando Nosso Boteco Fecha as Portas
Escritor: Lawrence Block
Editora: Companhia das Letras
ISBN: 978-85-359-0741-6
Edição: 1ª
Número de Páginas: 275
Ano: 2005
Assunto: Ficção policial

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe aqui seu comentário.