O Irmão Alemão - Chico Buarque

Ansiava por um ler um livro de Chico Buarque. A vontade foi potencializada quando do lançamento de “O Irmão Alemão”, publicado pela Editora Companhia das Letras em 2014.

Aos 22 anos, o autor do livro, descobriu informações sobre um certo Sérgio Ernst, que não só carregava o mesmo nome do pai do autor, mas também era seu irmão, o irmão alemão. Sérgio nascera em 1931 na cidade de Berlim. O pai de Chico, que também chamava-se Sérgio, havia morado na Alemanha quando solteiro. Lá viveu um romance e de lá voltou, deixando para traz um filho. Entre cartas, documentos e informações diversas Chico procura Sérgio.

“Na verdade, acho que já ouvi falar de algo mais sério, acho até que há tempos ouvi em casa mencionarem um filho seu (sic do pai) na Alemanha. Não foi discussão de pai e mãe, que uma criança não esquece, foi como um sussurro atrás da parede, uma rápida troca de palavras que eu mal poderia ter escutado, ou posso ter escutado mal.”

No livro de Chico Buarque realidade e ficção se misturam. Ao falar de sua busca pelo irmão desconhecido há relatos de acontecimentos que de fato ocorreram e outros que circundam apenas a vontade e a ilusão de quem imagina encontrar alguém.

O narrador da história é o próprio Chico (chamado de Ciccio pela mãe), que busca incansavelmente o irmão alemão do qual tomou conhecimento, perfazendo a construção da narrativa que vamos acompanhando.

O texto é bem construído, por um homem que lida bem com as palavras da língua portuguesa. E, ainda que os parágrafos sejam longos, o escritor não perdeu a coerência e não tornou o emaranhado de informações em algo cansativo e enfadonho.

Nessa história, além da busca, há fatos históricos que circundam e marcam a vida dos personagens, há relações familiares (cheias de amor e de conflitos), há relação de amizade (com dissabores e diversão), há livros (que preenchem as estantes do pai de Chico e são citados), há poesia na maneira como os fatos são apresentados. A construção do texto é elaborada, cativante.

A expectativa de ler um livro escrito por Chico era alta. O escritor arrebatou o leitor que do lado de cá emergia página a página, em busca de entender a história do irmão alemão. O encantamento surgiu, não por saber que ali havia um pouco da história real de quem a conta, mas porque li um romance espetacular.


Ficha Técnica
Título: O Irmão Alemão
Autor: Chico Buarque
Editora: Companhia das Letras
ISBN: 978-85-3159-255-9
Edição: 1ª
Ano: 2014
Número de Páginas: 237
Assunto: Romance brasileiro

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe aqui seu comentário.