O Null - Sérgio Egidio Guevara Panceri

"O Null", de Sérgio Egidio Guevara Panceri foi publicado em 2012 pela Editora All Print.

Trata-se de um livro ficcional em que há questionamentos sobre a vida. O personagem principal parece buscar encontrar em meio ao caos que é viver, respostas para suas inquietações, medos e fantasmas. Ele se questiona sobre o que vê, ouve e sente. Tem angústia presente nesse ser humano que parece isolado num mundo em que as pessoas vivem individualmente e que vozes o atormentam.

Por vezes tive a impressão de que o personagem é o próprio autor, querendo de alguma forma colocar para fora suas próprias angústias e questionamentos. E também seus medos. Sua forma de se expressar possivelmente tenha sido pelas ações do personagens fictício. E no final da orelha do livro lá encontrei a resposta ao que percebi: "tem na escrita e na música uma forma de desabafo e percebeu que é através delas que pode fazer-se ouvir".

"O Null" pode ser "nada" ou "deuses", como é descrito no prefácio do livro. Senti que a história poderia se desenvolver mais e dizer mais, no entanto, por haver essa mistura entre o dizer do autor e do personagem, a história se fechou. Em algum momento a narrativa se perdeu, embora tenha bons elementos que pudessem torna-lá bem interessante.

A parte final do livro apresenta algumas poesias do autor. Para mim, foi a melhor parte. 

Ficha Técnica
Título: O Null
Autor: Sérgio Egidio Guevara Panceri
Editora: All Print
Edição: 1ª
Ano: 2012
Número de Páginas: 123
Assunto: Ficção brasileira

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe aqui seu comentário.