Coisas Frágeis - Neil Gaiman

“Acho... que prefiro me lembrar de uma vida desperdiçada com coisas frágeis, a uma vida gasta evitando a dúvida moral. As palavras surgiram num sonho e eu as escrevi quando acordei, sem saber ao certo o que significavam ou ao quem se aplicavam.”

É com estas palavras, na abertura do livro, que Neil Gaiman explica sobre seu projeto de reunir contos de fantasia. É em “Coisas Frágeis” que recebeu o nome após aquelas palavras sonhadas e anotadas, publicado em 2010 com 206 páginas pela Editora Conrad que são apresentados os nove contos reunidos pelo escritor.

Há um conto que foi escrito a partir de uma proposta feita pra Gaiman, com o propósito de que juntasse na mesma história Sherlock Holmes e H.P. Lovecraft. Outro conto demonstra os meses contando histórias, intitulado “É a vez de Outubro”. No livro há ainda um conto que começa do fim, contando a história da Senhorita Finch e outros textos.

“Coisas Frágeis” reúne bons contos selecionados pelo autor, incluindo contos premiados. Da fantasia arquitetada por Neil Gaiman surgem personagens intrigantes e fantásticos. Alguns com vida dupla, outros com dualidade de ações, outros com características inanimadas, outros que parecem monstros e personagens humanos.

Os estilos textuais são diversificados e demonstram a versatilidade de um autor maduro e conhecedor da arte de escrever.



Ficha Técnica
Título: Coisas Frágeis
Escritor: Neil Gaiman
Editora: Conrad
ISBN: 978-85-7616-404-3
Edição: 2ª
Número de Páginas: 206
Ano: 2010
Assunto: Contos ingleses

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe aqui seu comentário.