Uma Vida Inventada - Maitê Proença

Segundo livro da atriz e escritora Maitê Proença, “Uma Vida Inventada” (214 páginas) foi publicado em 2008 pela Editora Agir.

O livro apresenta um misto de realidade e ficção, em que as duas facetas se fundem e se confundem. Maitê fala de sua própria vida, como uma forma de libertar-se de si mesma para dar espaço a outras histórias, outras personagens, outras pseudo-realidades.

“Tem um congestionamento aqui dentro de mim. São muitas pessoas querendo falar, se exibir, se expressar.”

A escritora fala de sua infância, de sua família, das tragédias que assolaram sua vida, da carreira, das aventuras e desventuras amorosas, de viagens, de dramas, de alegrias, de pensamentos e de outros tantos fatos. Em meio a exposição de sua intimidade há histórias fictícias, que aparentemente apresentam sob alguma perspectiva a própria realidade vivida por Maitê. A realidade parece nesse momentos disfarçada de romance ficcional.

A leitura foi agradável e o conteúdo me surpreendeu. Esperava uma escrita mais superficial, no entanto agradou-me a maneira como ela escreve, sua ironia fina e até mesmo a forma como descreve que encarou seus dramas pessoais. Maitê teve coragem de despir-se ao leitor. Acontecimentos que muitos (incluindo os leitores) talvez escondessem se houvesse sido em sua biografia. Mas há também momentos de plena alegria.

“Quero sentir as alegrias essenciais que outrora formavam a base do meu dia-a-dia. O bate-estaca do mundo não me motiva. Só tem graça o que mexe nas minhas profundezas, ou então que fique tudo quieto e calmo.”

Senti no texto de Maitê que a atriz se confundiu com a escritora. Mas isso não seria impossível de acontecer, posto que trata-se da mesma pessoa. A exposição que a autora faz sobre si, apresenta certa vestimenta de uma escritora que fala de uma atriz. Não só atriz, mas ainda mãe, estudante, filha, amante, neta. Essa mistura é de certo modo um jogo de revelação que convida o leitor a adentrar na profundidade de suas inquietações expostas.

A escritora revela que “talvez esteja tentando construir uma ponte mais sólida” entre si e as pessoas para que possa sair do isolamento em que se enfiou para proteger-se. Me fez ter vontade de ler os outros livros da escritora.

Ficha Técnica
Título: Uma Vida Inventada
Escritor: Maitê Proença
Editora: Agir
ISBN: 978-85-220-0934-3
Edição: 2ª
Número de Páginas: 214
Ano: 2008
Assunto: Romance brasileiro

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe aqui seu comentário.