O Clube dos Suicidas - Robert Louis Stevenson

Robert Louis Stevenson viveu quarenta e quatro anos. Teve sua consagração com o grande público ao publicar o romance “A ilha do tesouro”. Além desse título que o tornou famoso, ele é autor do célebre “O estranho caso de Dr. Jekyll e Sr. Hyde”, mais conhecido como “O médico e o monstro”.

Falemos agora de “O Clube dos Suicidas”, publicado em 2010 pela Editora Rocco Jovens Leitores. O livro do escocês Robert Louis é um precussor do que viria depois a se tornar o moderno romance policial.

Nessa história um grupo de homens se reúne para fazer parte do Clube dos Suicidas. Pelo nome já dá para supor que o referido clube e seus associados desejam se matar. Por meio de sorteio, com jogo de cartas, um dos sócios é escolhido para matar outro.

O príncipe Florizel e o Coronel Geraldine passam a fazer uma investigação para saber quem está por trás dos crimes. É essa aventura que o leitor viverá dentro desse sinistro clube.

O livro de Stevenson é intrigante, instigante e tem uma leitura agradável. Para fãs do gênero policial é um prato cheio. Li em duas tardes e adorei a história contada por ele. A apresentação do livro, feita por Fernando Sabino cita um trecho que deixa bem claro a familiaridade do escritor com a escrita.

"Se a arte de contar histórias é a de divertir, ensinar, espantar, arrebatar e manter aceso o interesse do ouvinte, conforme acontecia com as que lhe contava a governanta na sua infância, então Stevenson aprendeu bem a lição."

O escritor apresenta bons elementos que compõe um suspense policial, com personagens interessantes e bem constituídos, além de uma trama intrigante. Fico imaginando o frisson e os comentários dos leitores do livro quando de sua publicação original.

Para os fãs do gênero policial, como eu, sugiro que tenha na estante, e leia.

Ficha Técnica
Título: O Clube dos Suicidas
Escritor: Robert Louis Stevenson
Editora: Rocco Jovens  Leitores
ISBN: 978-85-7980-007-8
Edição: 1ª
Ano: 2010
Número de Páginas: 126
Assunto: Ficção escocesa

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe aqui seu comentário.