Opsaine Swiata - Veronica Sticcer

Natanael, morando no Brasil e adoentado, escreve uma carta a seu pai (desconhecido) polonês. O homem então embarca numa viagem de navio para o Brasil afim de conhece-lo. Filho, que até então, o pai desconhecia até mesmo a existência.

"Pedi que comprassem a passagem para o senhor vir me ver, já que não tenho condições de sair de onde estou. O senhor terá apenas de ir até o porto para pegar o navio."  Trecho da carta que Natanael escreve ao pai Opalka.

Nessa viagem o homem encontra Bopp, um personagem com viés cômico, grande figura composta numa linha tênue entre a inconveniência e a espontaneidade, o intrometido e o preocupado amigo (novo amigo, porque assim se faz com sua presença marcante e quase sufocante, mas divertida).

A história do livro é constituída de epístolas, diálogos e acompanhada de imagens que ilustram a época. É quase um remendo de anotações, como se fossem colhidos aleatoriamente, mas se entrelaçam de maneira única. O texto, a forma como ele é conduzido e nos conduz, torna o livro ainda mais agradável.

A obra de Veronica Sticcer, publicada pela Editora Cosac Naify em 2013 (160 páginas) é irresistível. 

Minha curiosidade em ler o livro partiu de dois pontos: uma ficção brasileira com um nome esquisito (primeiro adjetivo que me veio à cabeça). Ao que depois de certo tempo descobri tratar-se de polonês, língua que não me é comum. O melhor de tudo, é que me contive na curiosidade de buscar no oráculo da modernidade e só descobri de fato ao ler o livro. Recomendo que façam o mesmo, pois isso revelará algo de novo e tornará a compreensão mais agradável, do que se já ler o livro sabendo o significado. O outro ponto foi a indicação para o maior prêmio da literatura brasileira, Prêmio Jabuti. Foi finalista e selecionado como o terceiro melhor romance de 2013.

Da complexidade e estranheza do nome à bela história do conteúdo fiquei absorto pelo livro de Veronica e chamado a conhecer mais de sua literatura. É um livro singular. Sem contar o primoroso trabalho da Cosaf Naify, que nos brinda com uma capa de bom gosto, ilustrações e diagramação de qualidade.

Nota: A palavra "swiata" tem um acento agudo na primeira letra, no entanto o teclado não permitiu que eu o colocasse. 
Cartão postal. Anúncio da cia. Hamburg Sudamerikanische - página 63 do livro.

Ficha Técnica
Título: Opsaine Swiata
Escritora: Veronica Sticcer
Editora: Cosac Naify
ISBN: 978-85-405-0462-2
Edição: 1ª
Número de Páginas: 160
Ano: 2013
Assunto: Ficção brasileira

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe aqui seu comentário.