Os Últimos Dias de Krypton - Kevin J. Anderson



Antes do Super Homem havia um planeta.

Jor-El é um cientista do planeta Krypton. Suas invenções e seus projetos tem de passar pela avaliação do Conselho formado por onze homens que governam o planeta e tomam as decisões e passam ainda por uma Comissão de Aceitação de Tecnologia.

Apesar de seu empenho e desempenho, seus trabalhos muitas vezes foram confiscados por um dos membros da Comissão, Zod. Foi o que aconteceu, por exemplo, com a Zona Fantasma: um anel prateado capaz de transportar as pessoas para uma prisão paralela, em que ficam presas sem voz e retidas atrás de um vidro do anel.

Jor-El produz seus projetos pensando no bem do planeta Krypton. Ele descobre que o planeta corre perigo. Alguns fatores naturais estão aumentando e tudo indica que pode haver terremotos, tsunamis e chegar à destruição total.

"(...) Jor-El aina não tinha visto as leituras efetivas, mas a tragédia que se armava no núcleo do planeta era severa o bastante para ser óbvia para ele."

Um alienígena chega a Krypton querendo que o planeta se uma a outros mundos. Jor-El e ele, sob observação de Zod, trabalham em um projeto. É quando uma imprevisibilidade acontece e Donodon morre em decorrência de um acidente. Jor-El sabe que será julgado pelo Conselho, mas antes de seu julgamento percebe que será condenado, independentemente das provas que refutem a acusação que lhe pesará. Sabe ele que será responsabilizado pela morte do alienígena.

A historiadora e artista Lara e o cientista se aproximam, se apaixonam e se casam. Enquanto estão em lua de mel, a cidade de Kandon, a capital do planeta, é captura por um androide chamado Braniac. Jor-El e sua agora esposa são surpreendidos com a situação. Zod, buscando assumir a liderança planetária pede ajuda ao cientista para salvar Krypton, e ao mesmo tempo, convoca aliados em todo o planeta apresentando-se contrário as ações tomadas pelo antigo conselho.

São palavras de Zod sobre a captura de Kandon e sua vontade de liderar:

"_(...) O alienígena não tomou apenas nossa cidade, ele levou embora o inútil Conselho. Quanto mais penso nisso, mais me parece uma troca aceitável. Com seus métodos obstrucionistas e sua visão estreita, aqueles onze eram tão perigosos quanto qualquer invasão interplanetária. E tenho uma chance de dar um jeito nas coisas. Agora, mais do que em qualquer outra hora em séculos, Krypton precisa de um líder que possa ser legítimo e eficiente. Um homem como eu."

Zod tem grande ambição pelo poder e quer governar Krypton custe o que custar, mesmo que para isso tenha que fazer conspirações, manipulações e usar as invenções de Jor-El contra os habitantes do planeta ou aqueles que são contrários as suas ideias.

Jor-El e Lara tem um filho, Kal-El. Em meio aos  problemas que Krypton enfrenta enquanto está sendo destruída, o cientista constrói uma nave capaz de salvar um habitante, seu filho. O menino então é enviado para o Planeta Terra, onde habitam pessoas muito parecidas com os habitantes kryptonianos. O menino é o que vem a ser, na Terra, chamado de Super Homem.

“Os últimos dias de Krypton” relata os momentos que antecederam o envio do bebê. A história do planeta, sua política, a ambição pelo poder, traições, abalos naturais e o uso pernicioso de invenções que poderiam fazer o bem, levaram Krypton à destruição. O livro é uma leitura extremamente interessante para fãs de quadrinhos, de ficção científica ou simplesmente do Super Homem. O autor imprimiu uma narrativa agradável e estimulante, além de a história ser bastante curiosa, observando-se onde um ser é capaz de chegar para ter poder.  Excelente ficção. Eu recomendo.


Ficha Técnica
Título: Os Últimos Dias de Krypton
Escritor: Kevin J. Anderson
Editora: Fantasy Casa da Palavra
ISBN:978-85-7734-361-4
Ano: 2013
Edição: 1ª
Número de Páginas: 460
Assunto: Ficção Americana

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe aqui seu comentário.