Explicando Deus numa corrida de Táxi - Paul Arden

Paul Arden, autor do livro “Explicando Deus Numa Corrida de Táxi”, lançado em 2009 pela Editora Intrínseca, escreveu o best-seller “Tudo que você pensa, pense ao contrário”. Paul é ex-diretor executivo, foi proprietário de uma galeria de fotografias e tornou-se um ícone da publicidade britânica.

Compreender Deus e sua existência é, sem dúvida, uma das buscas da humanidade. O livro se dispõe de forma simples a tentar explicar tal feito, de maneira ora provocativa, ora inocente, ora dúbia e com ilustrações de Mark Buckingham. A ideia é que o leitor entenda a existência de Deus no percurso de uma corrida de táxi, veículo no qual o escritor teve o insight de escrevê-lo.

Independente de religião ou crenças, o livro se atreve de maneira bem simples a explicar algo muito complexo. Se consegue ou não, cabe ao leitor ter suas próprias impressões.

Particularmente, acredito que nem tudo pode ser explicado. Não pode e não precisa ser explicado.  A existência de Deus, seja pela fé ou por comprovações científicas que o ser humano tenta a todo custo saber, será um mistério sempre. E não sei se precisa ser desvendado. Ou será que precisa?

Como o próprio autor escreve: "Bilhões de palavras em milhões de livros foram escritas sobre o assunto e, no entanto, ninguém está próximo de uma resposta".

O livro tem um título que posso adjetivar como pretensioso. Não desvenda nem explica Deus, é uma manifestação do autor sobre a forma como ele crê. Assim como o leitor dará sua própria interpretação sobre a pretensão de Paul. A ideia do enredo, no entanto, é primorosa. 

Ao embarcar nessa corrida de táxi, cuidado para não se decepcionar. Pelo título do livro só consigo acreditar que de fato Paul Arden soube usar de publicidade. 

O que marca afinal e ao final é a frase “Eu acredito em Deus”.

Ficha Técnica
Título: Explicando Deus numa corrida de táxi
Escritor: Paul Arden
Editora: Intrínseca
ISBN: 9789-85-98078-42-7
Edição: 1ª
Ano: 2009
Número de Páginas: 126
Assunto: Deus

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe aqui seu comentário.