A Grande Arte de Ser Feliz - Rubem Alves

Brincam as ideias com as palavras, brincam os olhos com as imagens, brinca o nariz com os cheiros cheios de memórias que moram nos livros, brinca o tato, os dedos acariciando o papel liso como se fosse a pele do corpo amado...”

No livro “A Grande Arte de Ser Feliz” o escritor nos faz um convite. Ele menciona que gosta que os leitores usem o livro como um brinquedo, ou seja, por puro prazer. “Como é que você brinca com as coisas que escrevo?” ele indaga. E quando embarcamos para as páginas que se seguem, podemos brincar de questionar, de argumentar, de discordar, de concordar, de se interessar, de se aprofundar. A provocação  feita pelo escritor, chamando-nos ao desafio é aceita, mesmo sem perceber. Quando nos damos conta, estamos lá, pensando em como vamos brincar com o que ele escreveu.

As crônicas estão divididos e devidamente agrupadas em três grandes blocos, ao longo de suas 160 páginas, que se intitulam assim: “Coisas que dão alegria”, “Coisas do amor” e “Coisas da alma”.

No primeiro bloco se fala de relações familiares, crianças, sonhos de infância, conversas boas, relação com Deus, o ser humano buscando ser o que é. Em “Coisas do amor”, as crônicas tratam de relações amorosas, fidelidade, amor pelos filhos, sobre o amor propriamente dito e de maneira abrangente. Em “Coisas da alma”, são crônicas sobre Deus, morte, sentimentos, fé. Embora separados, elas se fundem, se confundem, parecem ter certa ligação. Talvez haja, pelo fato de ser a visão do autor sobre os temas. 

As crônicas reunidas foram escritas a partir de sugestões de leitores de Rubem Alves. Essas pessoas acompanham o trabalho do escritor e enviaram suas contribuições por vários meios: e-mail, telefonemas ou a boa e velha carta.

Assunto do cotidiano, filosofia sobre assunto mais complexos, citações de grandes escritores e pensadores, a visão de Rubem sobre o mundo, com seu conhecimento ora profundo, ora superficial. Escrito, contudo, de maneira única, sublime. O livro diverte, motiva e faz pensar.

“Cuide-se. Você tem o direito de estar nesse mundo. Esforce-se por ser feliz.”

Falando sobre o autor, Rubem Alves tem um vasto currículo e dispensa apresentações. Além de escritor ele é pedagogo, poeta, cronista, contador de histórias, ensaísta, teólogo e psicanalista. Rubem é um dos escritores mais famosos do Brasil.

Ótima leitura!

Ficha Técnica
Título: A Grande Arte de Ser Feliz
Escritor: Rubem Alves
Editora: Planeta
Edição: 1ª
ISBN: 978-85-422-0356-1
Ano: 2014
Número de Páginas: 160
Assunto: Conto brasileiro

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe aqui seu comentário.