A aventura do pudim de Natal - Agatha Christie

O livro “A Aventura do Pudim de Natal”, da aclamada escritora policial Agatha Christie,  lançado pela Editora L&PM em 2014, nos apresenta seis histórias em suas 272 páginas. Originalmente o livro foi escrito em 1960 e as narrativas foram selecionadas pela própria escritora, com o propósito de homenagear o Natal, data pela qual Agatha tinha grande saudosismo e afeição.

No prefácio do livro, a autora revela que tem profunda gratidão pelos anfitriões que muito tiveram trabalho e que tornaram os dias de Natal uma memória maravilhosa em sua velhice.

Na primeira história, que dá nome ao livro, Hercule Poirot investiga uma inusitada situação a partir do encontro de uma pedra preciosa que estava escondida num pudim preparado para o Natal. Uma simulação de crime para pregar uma peça no detetive belga toma outro rumo e acaba por surpreender os demais envolvidos.

Na história denominada “O mistério da arca espanhola”, Poirot volta à cena. Dessa vez para desvendar o mistério de um crime, cujo corpo do assassinado foi encontrado dentro de uma antiga arca. O detetive põe em funcionamento suas células cinzentas para desvendar o criminoso.

Poirot aparece ainda em outras três história do livro: “Poirot sempre espera”, “Vinte e quatro melros” e  “O sonho”. Com sua perspicácia e inteligência o homenzinho elucida os casos com observação, pistas e seu vasto conhecimento sobre a natureza humana. Ainda que um ou outro personagem o subestime a partir de sua aparência.

“O aspecto cômico e quase ridículo que ele apresentava se opunha à concepção que havia feito dele. Poderia esse homenzinho engraçado, com a cabeça em forma de ovo e o enorme bigode, realmente fazer as maravilhas que lhe atribuíam?”

Em resposta à personagem de “Poirot sempre espera”, podemos afirmar que sim. O detetive é capaz de desvendar crimes que parecem sem solução.

Em “O sonho” um homem morre da maneira que ele acreditava que morreria, tendo inclusive, narrado o fato  ao próprio detetive. O homem sonhava com sua morte, por meio de um suicídio que ele cometia com uma arma de fogo guardada em sua mesa. Poirot mais uma vez desvenda o mistério.
Para fechar o livro, a escritora não deixou de fora uma de suas grandes personagens, a simpática e idosa Miss Marple. Ela entra em ação em “A extravagância de Greenshaw”.

Boas histórias, simples, envolventes e com a dose certa de suspense e mistério que a “Rainha do Crime”consegue engendrar. E como diz Agatha Christie em seu prefácio: “(...) Feliz Natal para todos que lerem este livro.

Capas de outras edições lançadas no Brasil
Ficha Técnica
Título: A aventura do pudim de Natal
Escritora: Agatha Christie
Editora: L&PM
Edição: 1ª
ISBN: 978-85-254-2730-4
Número de Páginas: 272
Ano: 2014
Assunto: Ficção policial inglesa

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe aqui seu comentário.