Segredo de Estado – O desaparecimento de Rubens Paiva – Jason Tércio


Sinopse

Rio de Janeiro, verão de 1971. A casa do ex-deputado e pai de cinco filhos Rubens Paiva é invadida por agentes do serviço secreto do governo militar. Ele é levado para prestar depoimento e não volta mais. Amigos e familiares se lançam numa mobilização febril para tentar localizá-lo e desvendar o que está por trás do súbito acontecimento. Por que ele foi preso? Para onde foi levado? Quando voltará? "Vai ser apenas um depoimento de rotina", disseram os policiais que o levaram de sua casa naquela ensolarada manhã carioca. Assim começou a jornada kafkiana de Rubens Paiva pelo submundo da repressão política, no auge da ditadura militar. Uma história comovente e espantosa, pela primeira vez reconstituída em todos os detalhes.
Com uma estrutura narrativa não linear, Jason Tércio associa técnicas de romance, biografia e reportagem à crônica histórica, para conduzir o leitor pelo labirinto de incertezas e intrigas que envolveram esse caso, ao mesmo tempo em que revela os principais momentos da vida de Rubens Paiva como político, empresário e pai de família. Uma trajetória marcada pelo espírito inconformista e por um determinado anseio de liberdade e justiça.
Escrito em linguagem literária, mas apoiado numa minuciosa pesquisa, Segredo de Estado ressalta os aspectos humanos do caso, entrelaçados ao contexto político e social, tendo como pano de fundo os bastidores do golpe militar e episódios inéditos da conjuntura subsequente. Um livro que esclarece vários pontos sobre este que é o mais controvertido dos desaparecimentos políticos ocorridos durante o regime militar.
_____________________________________________________

Rubens Paiva é um nome que ecoa na história brasileira. O nome faz eco na mente de quem viveu o período ditatorial brasileiro e na de quem tomou contato com a história por meio de livros, reportagens, filmes, seriados e documentários.

Em 1971, o então ex-deputado teve sua casa, no Rio de Janeiro, invadida por agentes. Rubens seria levado para dar um depoimento, prática “comum” no regime de ditadura. Há muitas incertezas e lacunas no que teria acontecido após a saída forçosa de Paiva de sua residência. Uma certeza, no entanto, todos sabem: Rubens Paiva desapareceu.
“Sem capuz, Rubens olha em volta. Um cubículo quadrado. Paredes pretas. Uma porta de ferro com janelinha gradeada. Do sanitário turco emana um cheiro ardido de urina e fezes. Nem tapando o nariz ele consegue evitar a náusea. Senta-se no colchão de palha estirado num canto, sem lençol nem travesseiro. Pernas esticadas, costas na parede, intrigado. O que querem? O que sabem dele? Será porque ajudou perseguidos políticos? Menos por piedade ou ideologia que por solidariedade humana, generosidade, exigência de seu temperamento, e por ser contra o governo.”
A família do ex-deputado e empresário, os amigos, os conhecidos e outros cidadãos não mais o viram.

No livro ‘Segredo de Estado’, publicado em 2011 pela Editora Objetiva, Jason Tércio “associa técnicas de romance, biografia e reportagem à crônica histórica”, como diz a orelha do livro. Ainda, não podemos deixar de citar, que o livro não segue a cronologia, mas revela por meio de ampla pesquisa detalhes da vida familiar, profissional e política de Rubens Paiva.

Conhecer a história do país e seus meandros é sempre salutar, sobretudo para quem gosta de analisar os fatos passados para compreender o momento presente, e para que possamos criticar e contornar uma mancha histórica. Inegável que muito há de ser respondido sobre acontecimentos durante o regime militar.
“... As embaixadas do México, do Uruguai e da Bolívia no Rio de Janeiro estavam lotadas de asilados; empresas públicas faziam demissões sumárias de funcionários suspeitos de simpatia pelo governo deposto; diretorias de sindicatos eram substituídas por interventores; entidades estudantis eram extintas, e já começavam as denúncias de torturas psicológicas e físicas nos interrogatórios..”
Época de certo mistério, desconhecimento e acobertamentos políticos, a ditadura ainda carrega muitas questões que carecem de respostas: o sumiço de Rubens Paiva é uma das indagações que até hoje atormentam, principalmente seus entes familiares. O destino do corpo do engenheiro, empresário e ex-deputado, tem uma série de informações divergentes e até de buscas que foram suspensas.
“Rubens é deixado sozinho as cela trancada, gemendo baixo, sentindo frio, garganta seca, um cheiro fétido de almas putrefatas e consciências carcomidas, convulsão, cabeça latejante, turbilhão de imagens desordenadas dançando na treva, grotescos canibais famintos à espreita, tão cedo para morrer e tão tarde para viver, tudo rodopia dentro e fora dele, coração oco, a voz sem eco na caverna incandescente, corpo sem cor, desintegrado – tão cedo, e já tão tarde.”
O cenário político e social que se vivia é exposto no livro, bem como o que ocorria nos prédios, corredores e sala, com quem era levado ao “interrogatório”, nos dando uma visão do que foi aquele regime. Expõe ainda o que sofreram as famílias com as escusas conseqüências do regime, por meio de uma narrativa de romance. Segredo de Estado é um livro para pesquisa, para agregar conhecimento e para despertar a análise crítica sobre os fatos daquela época.

Sobre o autor

Jason Tércio
Jason Tércio é autor de vários livros, entre eles “A pátria que o pariu” e “Órfão da Tempestade”. Como jornalista, trabalhou na BBC de Londres, Jornal do Brasil, O Globo e Movimento. Organizou uma coleção de livros de crônicas de José Carlos de Oliveira, e já publicou contos em antologias, jornais e sites literários. Tércio é também tradutor.

Ficha Técnica
Título: Segredo de Estado – O desaparecimento de Rubens Paiva
Escritor: Jason Tércio
Editora: Objetiva
ISBN: 978-85-390-0158-3
Número de Páginas: 334
Ano: 2011
Edição:
Assunto: Política e governo / Crime político

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe aqui seu comentário.